Connect with us

Emprego

O que é estágio e qual é a sua importância na formação profissional?

Muito se engana quem pensa que esta etapa é apenas para quem faz faculdade. Este modelo de contratação prepara o aluno, tanto de …

Publicado em

em

o que é estágio

Existem estágios que acontecem do ensino médio à pós-graduação e cada um tem suas peculiaridades

O que é estágio? Muito se engana quem pensa que esta etapa é apenas para quem faz faculdade. Este modelo de contratação prepara o aluno, tanto de ensino médio quanto de especialização para o mercado de trabalho, aliando a teoria à prática.

A importância do estágio está na oportunidade de colocar a teoria em prática e iniciar a vida profissional de maneira supervisionada. E mais ainda, sem atrapalhar os estudos, uma vez que pretende justamente vincular o que aprende em sala de aula ao que se vê fora dela.

Ainda que o estágio seja não classificado como um trabalho formal via CLT, há oportunidades remuneradas. Confira, abaixo, todas as informações que você precisa saber sobre este tipo de contratação e a importância desta etapa na sua formação profissional.

Veja ainda: Quem tem nome sujo pode fazer concurso?

Entenda o que é estágio

O estágio é um tipo de programa cujo objetivo é preparar o aluno, seja ele de ensino médio, graduação ou pós, para o mercado de trabalho. Em outras palavras, é o período em que o estudante coloca em prática os conhecimentos adquiridos em sala de aula.

De fato, no estágio, o estudante complementa aquilo que aprende na escola ou universidade. Neste último caso, ele tem a oportunidade de “experimentar” uma das diversas áreas de especialização da sua formação, o que pode influenciar a sua decisão futura.

Ou seja, o estágio é parte integrante da formação e é garantido pela Constituição Federal de 1988, assim como pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação.

O que faz o estagiário?

Ao pesquisar o que é estágio, certamente você vai se interessar em saber sobre as atividades que são desenvolvidas profissionalmente. De forma resumida, a função deste colaborador é, sob a supervisão de um especialista, colocar em prática ações relacionadas a sua formação.

Esqueça a ideia de que o estagiário será contratado para fazer o cafezinho. Longe disso, ele terá responsabilidade em executar tarefas operacionais relacionadas ao seu campo de estudo, para que desenvolva suas habilidades.

Por padrão, os contratos de estágio devem contemplar áreas que serão desenvolvidas na empresa e será validado pela coordenação do curso do estudante.

Qual é a importância e o objetivo do estágio na formação profissional?

Após entender o que é estágio, saiba que ele funciona como um primeiro emprego em que atuará como complementação daquilo que o estudante aprende na sala de aula, de forma a aprimorar suas habilidades e conhecimentos. Todas as atividades desenvolvidas serão supervisionadas por um profissional mais experiente.

Desta forma, o estudante poderá aplicar aquilo que vê em aula e também aprenderá com casos práticos. Ele poderá tirar dúvidas sobre os vários temas com o seu supervisor e com o professor, ampliando assim as suas competências.

O estágio beneficia também o contratante de várias formas. A principal vantagem é ter alguém com um conhecimento, mesmo que teórico, sobre os assuntos trabalhados, qualificando a sua mão de obra. Permite também formar profissionais de acordo com a cultura do negócio e desenvolver novos talentos.

Por fim, tem as questões de custos. Contratar e desligar um estagiário é mais simples e menos oneroso do que os processos normais de contratação via CLT. Ou seja, se não existe uma troca justa entre as partes, o rompimento é mais fácil nestes casos.

Como é feito o contrato de estágio?

Você viu acima o que é estágio, pois saiba que mesmo não sendo uma contratação via CLT, esta modalidade exige a assinatura de um contrato que terá três partes envolvidas: a instituição de ensino, a empresa e o estagiário.

No contrato de estágio consta todo o plano de atividades a ser executado pelo estagiário. O documento deve ser assinado pelas três partes para ser validado.

Quais são os tipos de estágio?

Existem dois tipos de estágio:

  • estágio curricular não-obrigatório: não está previsto na matriz curricular do curso, mas colabora e enriquece a formação do aluno. Por isso, agrega conhecimento. Pode ser remunerado;
  • estágio curricular obrigatório: é exigido na matriz curricular do curso e é supervisionado pela instituição de ensino. Neste caso, ele pode ou não ser remunerado. Porém, é pré-requisito para a conclusão da graduação.

É importante ressaltar que o estudante nem sempre é estagiário, mas para ser estagiário, é necessário ser estudante, uma vez que essa contratação não pode ser dissociada do ato de aprendizagem.

Quais são os requisitos para ser estagiário?

Para fazer estágio, é preciso estar matriculado em um curso de ensino médio, técnico ou superior. Também é permitido nos últimos anos do ensino fundamental, normalmente, do EJA, mas com carga horária reduzida.

Como funciona a remuneração do estagiário?

O estágio obrigatório tem remuneração opcional, deste modo, a empresa paga salário apenas se quiser. O não-obrigatório já paga a bolsa-estágio, além de outros benefícios previstos em lei, por exemplo, auxílio alimentação, transporte e saúde. Também há o seguro de vida que deve ser pago contra acidentes pessoais.

Qual é a carga horária de um estagiário?

Seis horas diárias ou 30 horas semanais para estudantes de nível superior. Já para os de nível médio, a carga horária é de quatro horas diárias ou 20 h semanais. 

Quais são os principais programas de estágio no Brasil?

Algumas empresas divulgam seus processos de recrutamento de estagiários para captar novos talentos. Geralmente, a seleção inicial é feita por meio do envio de um currículo e depois por dinâmicas e entrevistas.

Muitos candidatos são eliminados já na triagem por não saber elaborar um primeiro currículo eficiente. Adaptar o seu CV a vaga pretendida é um diferencial, além de saber o que responder na primeira entrevista de emprego. Este conhecimento pode ser o diferencial que garantirá a sua aprovação em um dos maiores programas de estágio do Brasil.

Dentre eles:

  • Petrobras;
  • Amazon;
  • Azul;
  • Cielo;
  • Sebrae;
  • Itaú.

Depois de explicar o que é estágio e diversas informações sobre este modelo de contratação, pode ser que você ainda tenha outras dúvidas. Por causa disso, reunimos algumas perguntas frequentes e as respectivas respostas. Confira!

Por quanto tempo é permitido estagiar?

De acordo com a Lei do Estágio, o contrato máximo é de dois anos, exceto para estagiários com alguma deficiência.

Estágio conta como experiência profissional no currículo?

Sim, o estágio é uma experiência profissional e pode render a você um conhecimento específico muito requisitado pelo mercado de trabalho. Coloque essa experiência em seu currículo!

Estagiário tem direito a férias?

O estagiário tem direito a um recesso remunerado de trinta dias, preferencialmente, durante suas férias escolares.

Estagiário pode fazer hora extra?

Não é permitido ao estagiário fazer hora extra remunerada, uma vez que não é concedido a ele os mesmos benefícios que a um funcionário regido pela CLT.

Estágio é o mesmo que trainee?

Não, existem algumas diferenças entre estágio e trainee. Uma delas é que o estagiário pode ser contratado a qualquer momento da graduação, enquanto o trainee é contratado no último ano de estudo ou em até dois anos após a sua formação.

Outra diferença é que o estágio busca direcionar o aluno nas técnicas da área de atuação, enquanto o trainee busca inovações.

Estagiário pode ser demitido?

Sim, e a empresa não é obrigada a apresentar alguma justificativa formal para dispensá-lo, nem pagar algum tipo de rescisão.

Estagiário recebe seguro-desemprego?

O estagiário não recebe seguro-desemprego porque sua contratação não gera vínculo empregatício.

Estagiário pode ter desconto de vale transporte?

A Lei de Estágio garante que não haja descontos de vale transporte na bolsa-auxílio do estagiário.

Em dias de prova o estagiário pode sair mais cedo?

A Lei de Estágio garante que o estagiário tenha o direito de trabalhar apenas três horas diárias para ter tempo de se dedicar a sua preparação em períodos de prova.

Leia mais
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Emprego

Como se preparar para dinâmicas de grupo? Mostre todo o seu potencial!

Chegar atrasado é uma das piores coisas que você pode fazer em qualquer etapa de um processo seletivo. Ao contrário disso, para ter sucesso, …

Publicado em

em

Como se preparar para dinamica de grupo

Durante o processo para encontrar um emprego, é necessário superar algumas etapas. A primeira é pesquisar por vagas abertas e em seguida enviar seu currículo. Depois da primeira triagem, é hora da entrevista, que pode ser individual ou coletiva.

Algumas empresas contam com recrutamentos em várias fases, o que torna extremamente relevante buscar por dicas de como se preparar para dinâmicas de grupo.

Este tipo de dinâmica é uma parte importante da maioria dos processos seletivos, especialmente aqueles feitos por empresas importantes e para cargos cobiçados. Por conta disso, é necessário que você saiba como elas funcionam.

As dinâmicas têm como principal objetivo avaliar como os candidatos se comportam. Isso é feito por meio de um ambiente de coletividade, em que eles interagem e demonstram, por meio de atividades específicas, o seu potencial para ocupar uma determinada vaga.

Nessa etapa do processo seletivo, é comum ocorrer nervosismo, já que o caráter eliminatório deixa um clima de tensão no ar. Se você é inexperiente ou ainda tem dificuldade com essa etapa da seleção, veja como vencer esta etapa.

Aprenda a fazer uma boa carta de apresentação e destaque-se!

Aprenda como se preparar para dinâmicas de grupo

Cada processo seletivo possui um tipo específico de dinâmica de grupo. Algumas vezes, mais de uma.

Existem dinâmicas que são comuns e utilizadas por diversas empresas, o que torna mais fácil se preparar para elas. Além disso, independente do quão diferente sejam as atividades utilizadas, os valores buscados por recrutadores são sempre bem semelhantes.

Com base nessa introdução, vamos te mostrar sete dicas de como se preparar para dinâmicas de grupo.

Seja educado sempre

Não importa qual seja a dinâmica realizada, a sua educação deve ser a prioridade máxima. Não somente por ser algo buscado por recrutadores, mas simplesmente por ser a postura adequada quando interage com um grupo de pessoas.

Espere a sua vez de falar, saiba ouvir, não atropele as outras pessoas e não interrompa ninguém. Essas qualidades são essenciais para qualquer tipo de entrevista e são valores que vão te levar longe se forem aplicados.

Peça conselhos para outras pessoas

Independente de qual seja o tipo de dinâmica de grupo realizada, são grandes as chances que você conheça alguém que já passou por ela. Isso é especialmente verdade se a vaga para a qual estiver se candidatando fizer parte de uma mesma empresa.

Embora “copiar” atitudes não seja o caminho mais inteligente, essa dica de como se preparar para dinâmicas de grupo é para buscar o conhecimento prévio do modelo adotado. Com isso, você estará mais apto a mostrar o seu melhor lado e impressionar os recrutadores.

Prepare o seu psicológico

O nervosismo sempre vai ser o seu maior inimigo. Em uma dinâmica de grupo, não são os outros candidatos que serão capazes de derrubá-lo, mas você mesmo. Nós nunca somos a nossa melhor versão quando não estamos calmos.

Tenha segurança nas suas falas e na sua postura, tenha iniciativa e demonstre tranquilidade. Eu sei que esses não são conselhos fáceis, mas são extremamente valiosos.

Lembre-se: se você chegou até aqui no processo seletivo, é porque tem muito a oferecer.

Faça uma ampla pesquisa sobre a empresa

Uma boa pesquisa nunca atrapalhou ninguém. Saber informações sobre a empresa para a qual almeja trabalhar é uma parte importante de qualquer processo seletivo. Isso é ainda mais valioso quando falamos sobre as dinâmicas em grupo.

Mostre que você tem conhecimento da cultura e dos valores da empresa. Demonstrar interesse é uma excelente maneira de se destacar positivamente, e não existe jeito melhor de fazer isso do que estando bem informado.

Se atente a maneira de se vestir e se portar

Você, certamente, já ouviu aquele ditado “a primeira impressão é a que fica”. Ele é bastante repetido, porque existe uma base de verdade.

Antes de você ser capaz de expor suas ideias e explorar o seu potencial, o que está por fora já vai ter sido avaliado.

Logo, esta dica de como se preparar para dinâmicas de grupo é para que você vista-se de maneira adequada para a vaga que está buscando. Alguns cargos exigem vestimentas mais formais do que outras.

Aliado a isso, se atente para a sua postura e tente passar externamente todas as qualidades que possui.

Seja pontual e profissional

Uma etapa importante ao buscar dicas de como se preparar para dinâmicas de grupo é o planejamento.

Chegar atrasado é uma das piores coisas que você pode fazer em qualquer etapa de um processo seletivo. Em uma dinâmica em grupo, isso é ainda mais exacerbado, pois estará desrespeitando diversas outras pessoas.

Saia mais cedo de casa. Conte com imprevistos e coisas que podem atrapalhar os seus planos. Ser pontual é uma atitude essencial para qualquer profissional, e a sua ausência costuma ser fatal na hora de concorrer a uma vaga de emprego.

Mostre que trabalha bem em equipe

Ao aprender como se preparar para dinâmicas de grupo, saiba que os demais participantes não são seus inimigos. Um dos valores buscados por recrutadores nessa etapa do processo seletivo é a sua capacidade de trabalhar junto com diferentes tipos de pessoas.

Educação, proatividade e clareza de ideias são elementos-chave aqui. É relevante se destacar, mas é tão importante quanto mostrar que você sabe trabalhar bem em um ambiente de coletividade.

Neste contexto, estamos falando sobre personalidades. Seja você mesmo, não assuma um personagem.

Descobriu como se preparar para dinâmicas de grupo? Coloque essas dicas em prática e terá sucesso no seu próximo processo seletivo. Você é talentoso, competente e capaz, então não deixe de mostrar isso para outras pessoas. Boa sorte!

Leia mais

Emprego

Como se preparar para entrevista de emprego? Conquiste o recrutador!

O nervosismo neste momento é normal e simplesmente ler que você deve “ficar calmo” não ajuda muito. Contudo, é possível vencer esta …

Publicado em

em

Como se preparar para entrevista de emprego

Inevitavelmente, todos vamos passar por um processo seletivo, o que torna esse momento tenso e repleto de dúvidas. Seja buscando a primeira colocação profissional ou para uma recolocação, é sempre interessante saber como se preparar para entrevista de emprego?

O nervosismo neste momento é normal e simplesmente ler que você deve “ficar calmo” não ajuda muito. Quando falamos sobre a preparação da entrevista, não existem fórmulas mágicas, mas há dicas testadas e comprovadas que podem te ajudar bastante.

Pensando nisso, separamos algumas das dicas mais importantes e fáceis de seguir que podem te ajudar a conquistar aquela vaga tão sonhada. Aqui no SydCon, queremos ajudá-lo a construir uma carreira sólida e de muito sucesso.

Aprenda a fazer uma boa carta de apresentação e destaque-se!

6 dicas de como se preparar para entrevista de emprego

Antes de tudo, é importante dizer que cada vaga de emprego é diferente. O que funciona e ajuda em uma entrevista, pode não fazer diferença em outra.

Por conta disso, decidimos trazer somente aquelas que podem te ajudar em diferentes contextos. São 6 dicas práticas de como se preparar para entrevista de emprego que, com certeza, vão contribuir para ampliar as suas chances de ser contratado!

Se planeje com antecedência

Essa dica pode parecer boba, mas é de extrema relevância: ela faz toda a diferença! Saber que você tem tudo preparado antes de uma entrevista de emprego vai naturalmente deixá-lo mais calmo. É bem mais fácil ter um desempenho satisfatório quando não estamos preocupados com coisas de última hora.

E quando falamos sobre se planejar com antecedência, englobamos aqui todos os fatores, desde os mais técnicos (como preparar o currículo), até os mais práticos (como pesquisar o endereço onde ocorrerá a entrevista e saber quanto tempo leva para chegar até o local).

A preparação vale também para entrevistas online, cada vez mais comuns. Teste todos os seus apetrechos (computador/notebook, câmera, microfone, app da videoconferência etc) e garanta que eles estejam funcionando como devem.

Tenha uma boa rotina

Não precisamos dizer que se você tiver uma boa noite de sono e se alimentar bem, certamente estará mais bem humorado e disposto, certo? Quando falamos sobre como se preparar para entrevista de emprego, essa dica é muito valiosa!

Se possível, deite para dormir mais cedo na noite anterior a uma entrevista importante. Isso, aliado a uma boa alimentação (de preferência com comidas leves), fará você ficar mais confiante para enfrentar os desafios do dia que está por vir.

Prepare o seu currículo

Talvez essa seja a dica mais clássica quando o assunto é como se preparar para entrevista de emprego. Isso porque o currículo acaba sendo a primeira impressão que muitas empresas terão de você, antes mesmo de vê-lo pessoalmente.

Pesquise quais são os melhores tipos de currículo para a vaga que está tentando. Alguns cargos requerem um nível de esforço diferente (como um vídeo de apresentação ou portfólio).

Reveja a ortografia e a gramática. Dessa forma, você terá um bom currículo em mãos.

Pesquise o máximo possível

Quando você vai até um restaurante ou mesmo a um encontro, tenta pesquisar um pouco sobre o que está prestes a conhecer, certo?

Com um emprego se aplica a mesma lógica. Pesquise sobre a empresa, se aprofunde na sua história e no que ela busca de alguém que está tentando preencher a vaga que você deseja.

Esta pesquisa te dará argumentos para defender a sua contratação, uma vantagem valiosa na hora da entrevista.

Tente causar uma boa primeira impressão

Aqui temos uma dica que vai de mãos dadas com a anterior. Depois de ter pesquisado sobre a empresa e saber um pouco mais sobre ela, você vai ter noção de como causar uma boa primeira impressão.

Neste sentido, tome cuidado com a maneira de se vestir (algumas vagas são mais formais do que outras, por exemplo) e a maneira de se comportar. Apesar disso, tente ser você!

Criar um personagem, agir e falar de maneira não genuína vai ser contraprodutivo para o seu futuro profissional.

Pratique!

Nada supera essa dica de como se preparar para entrevista de emprego. Na verdade, podemos dizer que essa é uma das mais valiosas para a vida.

Praticar para qualquer situação é a maneira mais efetiva de ser bem-sucedido na tarefa que irá enfrentar. Treine sozinho, respondendo as perguntas mais comuns em entrevistas.

Se possível, simule uma conversa com algum amigo ou familiar de confiança no papel do entrevistador. Dessa forma, você perceberá quais são os seus pontos fortes e quais são os que deve praticar mais.

Se você chegou até esse artigo é porque está buscando uma colocação, esperamos que essas dicas e conselhos sobre como se preparar para entrevista de emprego te ajudem.

Leia mais

Emprego

Carta de apresentação: aprenda o que é e como fazer a sua!

A primeira coisa a fazer é elaborar um currículo perfeito, aquele que atrai e retém a atenção dos recrutadores. Em seguida, será o momento …

Publicado em

em

como fazer uma carta de apresentação

Ingressar no mercado de trabalho pode ser um desafio, especialmente em períodos de escassez de oportunidades, é necessário se destacar. Experiências profissionais prévias, boa formação, capacitações… elas são boas parceiras para diferenciá-lo dos concorrentes.

Porém, o que acontece quando você está só começando e não tem nada disso para colocar em sua carta de  apresentação? Não se desespere, vamos ajudá-lo!

A primeira coisa a fazer é elaborar um currículo perfeito, aquele que atrai e retém a atenção dos recrutadores. Em seguida, será o momento de aprender como fazer uma carta de apresentação. Ela servirá como uma última oportunidade de “vender o seu peixe” e convencer futuros contratantes do seu valor como profissional.

Veja também: Como fazer um currículo para estágio?

Entenda o que é carta de apresentação

Este é um documento, geralmente em uma única lauda, que vai junto com o seu currículo. Algumas pessoas conhecem como carta motivacional/ de motivação ou de capa.

Como o nome indica, a carta de apresentação serve para introduzir o candidato, destacando suas referências para os profissionais responsáveis pelas seleções.

Cartas de apresentação podem vir em diferentes formas, de acordo com os objetivos para os quais elas foram produzidas. Embora o seu tamanho e conteúdo costumem ser os mesmos, é sempre importante adequar o documento à vaga ou cargo que você está buscando.

O que deve conter na carta de apresentação?

Ao descobrir aqui como fazer uma carta de apresentação, saiba que ela deve falar sobre você, do ponto de vista profissional, de maneira sucinta. Suas principais habilidades e conhecimentos, formação acadêmica e, se possuir, experiências profissionais prévias.

Além disso, como outro dos nomes pelo qual ela é chamada (“carta motivacional”) indica, ela deve também mostrar aos potenciais empregadores porque você é um bom candidato e como suas qualificações o tornam ideal para a vaga.

Uma carta de apresentação deve ser sempre única. Embora as suas características profissionais não mudem, certos aspectos são mais ou menos importantes, dependendo do cargo ou empresa. Dessa forma, sempre se dedique a escrever de maneira individualizada.

O que NÃO colocar na carta de apresentação?

Tão importante quanto aprender como fazer uma carta de apresentação é saber o que não deve ser inserido. Algumas informações têm potencial de te excluir imediatamente de um processo seletivo, tirando as suas chances de conseguir uma boa vaga.

Uma carta de apresentação não deve ser extensa e nem “enrolada”. Inclua somente informações relevantes sobre como suas experiências e habilidades se relacionam com aquele trabalho. Revise todo o conteúdo e evite erros de português.

Mencionar características pessoais, como aparência física, também não é recomendado. Lembre-se sempre que tudo o que está na sua apresentação deve ter relevância para os recrutadores a fim de que eles o considerem para contratação.

Passo a passo de como fazer uma carta de apresentação!

  • não importa se a vaga em questão é para o seu primeiro emprego, para um upgrade na carreira ou uma recolocação, é essencial que estude sobre o cargo e a empresa;
  • liste todas as suas experiências, habilidades técnicas e soft skills, formação e demais qualificações;
  • pense em como suas características profissionais listadas no item anterior se adequam para a oportunidade que está tentando;
  • elabore uma primeira versão da carta de apresentação, focando nos objetivos dos itens anteriores e sempre tendo em mente a vaga em específico;
  • deixe a carta de lado por pelo menos algumas horas e depois volte para revisá-la. Se possível, mostre-a para algum colega que possa ajudá-lo a conferir se está tudo correto;
  • anexe a carta ao currículo e a envie!

Alguns tipos de carta de apresentação

Naturalmente, ao pesquisar sobre como fazer uma carta de apresentação, você vai encontrar vários tipos de documentos, eles mudam de acordo com a vaga, meio ou especificações. Um texto escrito para uma oportunidade de estágio será diferente daquele para uma posição permanente (mesmo um primeiro emprego).

Você pode enviar uma carta espontaneamente (sempre se atentar para se a empresa em questão aceita, para não “pegar mal”) ou caso seja requisitado. Também é possível enviá-la para contatos profissionais ou para algumas bases de dados de recrutamento.

É possível inovar e fazer a sua apresentação em vídeo. Esse pode ser um diferencial que vai lhe destacar dentre os demais concorrentes!

Quando não colocar carta de apresentação no currículo?

Não existe uma resposta simples para essa pergunta. No Brasil, de modo geral, as empresas não esperam uma carta de apresentação. Logo, para a maioria das vagas, o seu currículo é suficiente. As informações do CV costumam ser conferidas antes.

Em todo caso, aprender como fazer uma carta de apresentação demonstra boa vontade e pode ser um diferencial. O ideal é que você se atente para as características da vaga e faça um julgamento se esse documento vai ser importante ou não.

Alguns sites que criam carta de apresentação para você

É importante dizer que cartas de apresentação devem ser pessoais, não é indicado copiar nenhum conteúdo escrito por outra pessoa. Apesar disso, existem sites com modelos que podem servir de inspiração.

Se você não souber como fazer uma carta de apresentação a partir de nossas dicas, inspire-se em alguns modelos disponíveis em sites como:

  • Vennagage;
  • Canva;
  • Adobe;
  • Zety;
  • OnlineCV.

Buscar a primeira oportunidade de emprego requer criatividade. Você ainda não possui a experiência necessária para que o seu currículo seja autossuficiente, então é extremamente importante criar este documento para se destacar.

Como devo começar a carta de apresentação?

Depois de aprender acima como fazer uma carta de apresentação e as principais características do documento, saiba que o ideal é que inicie-o com uma saudação (“caro x”) e então fale de maneira sucinta sobre você, procurando sempre deixar as informações mais relevantes no começo. Nada de introduções desnecessárias aqui, tudo bem?

Quais são as vantagens de fazer a carta de apresentação?

Para vagas que a requerem, ela é um passo imprescindível para ser contratado. Já naquelas em que apenas o currículo é suficiente, uma carta de apresentação pode ser vista como um diferencial, um chamariz.

Qual é o estilo verbal e a composição textual da carta de apresentação?

A carta deve ser escrita na primeira pessoa do singular, em linguagem padrão e formal. Você não precisa utilizar palavras “difíceis”, mas deve demonstrar compreensão e bom uso da língua portuguesa.

Quantas linhas tem uma carta de apresentação?

Ao fazer uma carta de apresentação, saiba que ela deve ter poucos parágrafos (entre 3 e 5), com poucas linhas cada (também entre 3 e 5, dependendo da fonte utilizada). Mantenha sempre em mente que esse documento precisa ser sucinto.

Leia mais
Patrocínio

Trending

Copyright © 2023 Syd Con, powered by WordPress.